Stress pós-traumático associado a Doença de Crohn

Os doentes de Crohn que sofrem de stress pós-traumático têm uma probabilidade 13 vezes mais elevada de desenvolverem um agravamento dos sintomas.

Um novo estudo defende que a doença de Crohn pode desencadear stress pós-traumático.

A investigação, publicada na edição online do Frontline Gastroenterology, incluiu quase 600 adultos com doença de Crohn, que se submeteram a testes para avaliar a presença de stress pós-traumático. No início do estudo, verificou-se de 19 por cento dos participantes apresentavam stress pós-traumático.

Stress pós-traumático associado a Doença de Crohn

 

Todos foram acompanhados ao longo de dezoito meses, tendo os investigadores concluído que os doentes de Crohn que sofriam de stress pós-traumático tinham uma probabilidade 13 vezes mais elevada de desenvolverem um agravamento dos sintomas, comparativamente aos que não tinham aquele distúrbio.

Os autores do estudo sublinham que os médicos que tratam doentes de Crohn deve estar alertados para esta relação e encaminhar os doentes para o acompanhamento e terapêutica apropriados.

O stress pós-traumático é, geralmente, desencadeado por violência, desastres naturais e situações de emergência.

No entanto, existem cada vez mais evidências de que doenças graves, sobretudo o momento do seu diagnóstico e os procedimentos terapêuticos, podem desencadear aquela condição psicológica.

Com o tempo, o stress pós-traumático pode alterar de forma permanente as respostas hormonais e imunitárias do organismo.

Fonte: tribunamedicapress.pt