Saiba quais são os efeitos do estresse diário para a sua saúde

Certamente em algum momento da vida você se deparou com alguém que vivia em grandes ondas de estresse, ou provavelmente você foi invadido por umas dessas ondas.

Vivemos uma rotina cheia de tarefas e responsabilidades, não é a toa que o stress é considerada a doença do século, atingindo 80% da população.

Ele pode ser causado por diversos motivos, sendo eles:

Pressão no Trabalho: Demissão, admissão, cobrança excessiva, competição por cargos e salários, questionamento sobre a profissão escolhida.

Mas você já parou para se perguntar o porque sentimos stress?

Continue a leitura!

Porque sentimos Stress?

Stress é uma resposta do nosso organismo para situações que necessitam de um posicionamento ou solução instantânea, que na grande maioria das vezes não estava em seus planos não é a toa que quando estamos estressados o nosso corpo entra em estado de defesa onde impulsiona o nosso cérebro ao o modo “lutar ou fugir”, liberando no mesmo instante muitas quantidades de hormônios e substâncias como adrenalina, cortisol e norepinefrina para preparar o corpo para a ação física.

Esses hormônios assim que são liberados, começam a provocar reações como o aumento de batimentos cardíacos, da pressão arterial e do ritmo da respiração. Simultaneamente, elas causam uma reação orgânica na área do cérebro associada à memória, e, por isso, muitas vezes a capacidade de raciocínio ficam prejudicadas, provocando assim o esgotamento emocional.

Existe um único tipo de stress?

Não, existe o stress positivo e o stress negativo quando ele é positivo, recebe o nome de eustresse e faz a pessoa se sentir motivada e satisfeita, já o negativo é chamado de distresse e faz com que nos sintamos ameaçados ou intimidados.

O objetivo final do estresse é sempre o mesmo: fazer com que nos adaptamos a uma nova situação, contudo toda essa onda de hormônios acabam fazendo mal ao nosso organismo gerando assim problemas de saúde.

Quais as principais doenças causadas pelo estresse?

Insônia

O estresse em excesso, pode piorar ou até causar a insônia, gerando mais cansaço e sucessivamente acúmulo de stress no dia seguinte, agravando os sintomas e se tornando uma bola de neve.

O problema se torna tão grande que algumas pessoas contam com a ajuda diária de calmantes.

Evitar alimentos que contenham cafeína e até mesmo os chocolates auxiliam na luta contra a insônia.

Transtornos alimentares

A anorexia e compulsão alimentar tornam as pessoas mais propensas ao desenvolvimento do estresse, pois a falta ou o excesso de nutrientes reforçam ao desequilíbrio do metabolismo e provocam estresse em excesso.

Quando o nosso lado emocional está descontrolado, ou quando estamos passando por ondas fortes de stress o corpo procura formas de compensar esses sentimentos dolorosos por meio da alimentação.

Envelhecimento precoce

Os nossos hormônios são responsáveis pelo controle do nosso metabolismo e influencia diretamente no equilíbrio emocional. Sendo assim quando estamos sob forte pressão psicológica, recebemos uma descarga maior de reações hormonais que prejudicam a nossa saúde e causam envelhecimento na pele.

Saúde bucal

Em momentos como esse que percebemos o quão importante é ter um convênio dentário pois o estresse gera o efeito pró-inflamatório, o que junto aos maus hábitos como má higiene, geram mau hálito ,tornam o ambiente propício para o aparecimento de cáries ou aftas.

O bruxismo é um hábito gerado pelo estresse, fazendo com que mesmo sem perceber os dentes sejam rangidos constantemente, gerando assim um número mais alto de pesquisas como ‘’implante dentário preço médio’’ para reparar as falhas geradas por essa mania.

Em casos de estresse excessivo onde os hormônios ficam à flor da pele o café se torna um aliado e por conta do número alto de corantes tornam os dentes amarelos fazendo com que os implantes dentários não sejam as únicas buscas mas o clareamento dental com moldeira também tem tido sua fama, junto das lente nos dentes.

Como solucionar o estresse?

Buscar apoio em outras pessoas como um bom amigo, ou até mesmo um psicólogo, é  uma boa estratégia para viver os dias com mais qualidade e menos estresse.

Algumas práticas como:

Praticar exercícios

Diminui a quantidade de cortisol, que é um hormônio ligado ao estresse, e ainda libera endorfinas na corrente sanguínea que promovem o bem-estar.

Comer os alimentos certos

Banana, nozes e amendoim são alguns alimentos que promovem o bem-estar físico e por isso devem estar presente no consumo diário, alimentos ricos em ômega-3 também reforçam a diminuição das ondas de ansiedade

Ter um tempo de lazer

Encontrar algum momento para se dedicar ao lazer, estando ao lado de pessoas que realmente gosta como amigos e familiares até mesmo para andar alguns minutos descalço em um parque, pode aliviar a tensão e reforçar grandes momentos de afeto.

Administrar melhor o seu tempo

Administrar melhor a sua rotina evitando atrasos e carga excessiva de tarefas pode diminuir drasticamente a ansiedade e estresse, te dando também mais espaço para cuidar de si mesmo, como lendo um bom livro ou tomando uma boa xícara de chá.

Por fim, diminuir o stress não é uma tarefa fácil, é necessário muito empenho e dedicação mas tudo isso vale a pena para uma boa condição de saúde por toda a vida.

Conteúdo produzido por Dayane Goes, redatora da rede Vue Odonto.