Remédios para emagrecer: CUIDADO!

A única maneira de se perder peso é modificando hábitos de vida, adotando uma atividade física regular e adotando uma alimentação saudável.

As anfetaminas atuam no cérebro e reduzem o apetite. Elas fazem o coração bater mais depressa, podem causar acidente vascular cerebral e ainda levar à dependência física e psíquica. Por isso, a Anvisa proibiu os derivados dessas substâncias e só liberou uma: a sibutramina.

Essa substância age assim: o cérebro de quem toma sibutramina entende que não é preciso comer muito. Com menos comida, a pessoa fica logo satisfeita. Por isso, consegue emagrecer. Os efeitos colaterais são geralmente boca seca, mal estar, tonteira, em alguns casos. Pode acontecer de haver aumento da pressão arterial.

Mas combinar sibutramina com quaisquer outros medicamentos para quem quer perder peso está proibido desde 1997 pelo Conselho Federal de Medicina. Ela é proibida na mesma fórmula e em fórmulas separadas para serem tomadas junto.

Já ficou muito claro que, quando associadas em fórmulas a laxantes, a hormônios, a diuréticos, são indutoras de sérios riscos de agravos à saúde e até mesmo à morte.
A fluoxetina tem o mesmo mecanismo de ação da sibutramina, ou seja, é um inibidor de apetite.

O orlistate atua no tubo digestivo e diminui a absorção de gorduras. Usado com outras substâncias, pode causar problemas no estômago e no intestino.

O diurético furosemide age nos rins e faz a pessoa perder líquido urinando. Pode causar cãibra, dores musculares e taquicardia. O diurético não tem efeito de emagrecimento. Ele simplesmente provoca no início uma perda de água. Com isso, o paciente tem a percepção que perdeu peso, mas, após alguns dias, ele volta a recuperar esse peso.

Uma paranaense de 24 anos, recebeu de um médico uma receita para emagrecer, contendo várias substâncias. Tinha vários tipos de anfetamina, um monte de coisa, lembra o marido da vítima.

Em 2001, 20 dias depois de iniciar o tratamento,ela morreu. Para o Ministério Público do Paraná, ela morreu por causa da anfetamina receitada pelo médico, que está sendo julgado por homicídio por dolo eventual, quando a pessoa assume o risco de matar.

Segundo a Anvisa, médicos e farmácias que burlam a lei podem receber multa, ter o consultório ou o estabelecimento interditado e ainda ser acusados de comércio irregular de produto controlado ou tráfico de entorpecentes.

Se você quer emagrecer, não pense que existe uma fórmula mágica para perder peso.

A única maneira de se perder peso é modificando hábitos de vida, adotando uma atividade física regular e adotando uma alimentação saudável.

Existem medicamentos que podem ajudar o paciente a atingir esse objetivo. Esses medicamentos devem ser utilizados quando tiverem sua indicação.

Quando você for se consultar, o médico precisa conhecer o seu estado de saúde.

Normalmente o que se faz é isso: a tomada da pressão arterial, avaliação da freqüência cardíaca, o exame do coração, a escuta cardíaca.

Normalmente se faz a escuta cardíaca, ausculta respiratória, apalpação de abdome.

Isso é o que faz parte, são as etapas principais do exame físico, de um bom profissional.