Médicos com Dilma

MANIFESTO DOS MÉDICOS COM DILMA, PRESIDENTE DO BRASIL

Os médicos abaixo-assinados, que no primeiro turno das eleições presidenciais votamos em distintas candidaturas, vimos através desta demonstrar publicamente a nossa união em torno da eleição de Dilma Rousseff nesse 2. turno.

Esta escolha baseia-se na clareza de que hoje existem projetos de país diferentes representados pelas duas candidaturas que disputam a eleição presidencial. Lamentamos que em um momento tão importante para a democracia do Brasil, a candidatura de José Serra – sustentada principalmente pelo Democratas e PSBD – não apresente às claras o que já fez e o quer para o país.

A candidatura de Serra esconde-se em debates menores, que tem intenção de desqualificar a candidatura de Dilma Rousseff, ao invés de tentar provar que o projeto que defende é melhor para os brasileiros.

Ao contrário, traz pro centro de sua campanha uma falsa religiosidade, que nunca fez parte do projeto de seu partido, tratando com leviandade a questão do aborto, e comprometendo um debate fundalmental dentro da Saúde Pública, por puro oportunismo político.

Assim, optamos pela candidatura de Dilma Rousseff por não apoiarmos as políticas de desmantelamento do Estado como a privatização do patrimônio público e a terceirização da atenção à saúde, implementadas por FHC entre 1994 e 2002, que não obtiveram êxito em elevar a capacidade produtiva do Brasil, nem em melhorar a qualidade de vida de nossa gente.

Esperamos que eleita, consiga enfrentar alguns problemas que não foram solucionados pelo Governo Lula, como a regulamentação definitiva da Emenda Constitucional 29 – para ampliar o financiamento da saúde, e empreenda reformas estruturais, como a reforma política, imprescindíveis para o fortalecimento da Democracia brasileira

Por fim, para de fato melhorar a saúde da população, queremos mais distribuição de renda, com geração de empregos, fortalecimento da agricultura familiar, ampliação e fortalecimento de políticas sociais como a Educação, Cultura, Lazer e Moradia.

Estamos convencidos de que a candidatura DEMO-TUCANA aponta no sentido oposto ao combate da desigualdade social e temos que derrotá-la nas urnas!

Por isso, convocamos todos os cidadãos para em 31 de outubro de 2010, confirmar Dilma Roussef a primera mulher Presidente do Brasil.

Brasil, 18 de outubro de 2010