Manaus enfrenta epidemia com quatro tipos de dengue

(fev de 2011)

Pela primeira vez, os quatro sorotipos do vírus da dengue circulam simultaneamente em Manaus. A capital do Amazonas enfrenta uma epidemia da doença desde o início do ano. A presença do sorotipo 4 (DEN-4), também pela primeira vez em uma epidemia no país, preocupa especialistas, como o coordenador do Centro de Virologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto, Luis Tadeu Figueiredo.

mosquito da dengue aedes aegypti ilustração

– A circulação dos quatro sorotipos ao mesmo tempo é um fato inédito no Brasil. Até agora não havia sido registrada essa situação em nenhum Estado brasileiro. O sorotipo 4 só foi identificado até agora no Norte. É o último grau que a disseminação da dengue pode chegar. É um sinal ruim, porque significa que vamos ter mais casos graves de dengue.

Um dos principais arbovirologistas do país, Figueiredo se reuniu esta semana em Ribeirão Preto com a infectologista Maria Paula Mourão, da Fundação de Medicina Tropical do Amazonas, para tratar dos detalhes da implantação do programa para estudo da dengue em Manaus, Boa Vista e Ribeirão Preto.

– Esse é o cenário do dengue que a gente conhece no Sudeste Asiático, onde os quatro sorotipos circulam simultaneamente.

Figueiredo esclarece que no Caribe ocorreram epidemias dos quatro tipos, mas um sorotipo por vez.

– O que está acontecendo em Manaus, com base no que vi lá em janeiro – e chamei atenção para alertar a população – é a circulação dos quatro vírus ao mesmo tempo.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.