Livro derruba mitos populares da psicologia

Advertisements
Loading...

 Mitos populares da psicologia

  • “Os gordinhos são pessoas mais alegres”,
  • “Contar carneirinhos ajuda a adormecer”,
  • “Desenhos dizem muito sobre a personalidade”,
  • “Antidepressivos transformam as pessoas em zumbis”.

mitos psicologia

Provavelmente você já deve ter ouvido algumas dessas frases – senão todas.

No entanto, o livro “Os 50 Maiores Mitos Populares da Psicologia – Derrubando famosos equívocos sobre o comportamento humano” (Editora Gente), joga um balde de água fria sobre essas concepções construídas ao longo dos anos.

Trata-se do mundo da psicomitologia, segundo os autores Scott O. Lilienfeld, Steven Jay Lynn, Jonh Ruscio e Barry L. Beyerstein, que citam pesquisas – ou a ausência delas – para questionar as crenças populares.

Se você acredita nesses e em outros mitos, não é preciso sentir-se envergonhado.

Saiba que você não está só.

Segundo os autores, pesquisas mostram que a maioria da população geral, bem como alunos iniciantes de psicologia, acredita também.

Calma, é natural.

Antes de se sentir inseguro em relação aos seus conhecimentos sobre psicologia, saiba que o filósofo grego Aristóteles (384-322 a.C.), considerado uma das pessoas mais inteligentes, acreditava que a origem das emoções se dava no coração, e não no cérebro, e que as mulheres eram menos inteligentes que os homens. Portanto, ter uma grande inteligência não é uma vacina contra a crença na psicomitologia.

Mito:

  • Grande parte da psicoterapia envolve o uso de um divã e a exploração do passado do paciente.

Fato:

  • A maioria dos terapeutas modernos já não usa um divã e não se concentra excessivamente nas experiências da infância.

Mito:

  • Muitas vezes, os antidepressivos transformam as pessoas em “zumbis”.

Fato:

  • Os antidepressivos não tornam as pessoas extremamente apáticas ou inconscientes dos acontecimentos ao seu redor. Ministrados por um profissional e de acordo com as necessidades do paciente, eles podem auxiliar o tratamento.

Mito:

  • O transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) é causado pelo excesso de açúcar na dieta.

Fato:

  • Não há nenhuma evidência de que o açúcar provoque efeitos acentuados sobre a hiperatividade das crianças.

Mito:

  • A maioria das fobias está relacionada diretamente a experiências negativas com o objeto do medo.

Fato:

  • A maioria dos portadores de fobias não relata nenhuma experiência traumática direta com o objeto de seu medo.

Mito:

  • Doenças psicossomáticas estão inteiramente na “cabeça das pessoas”.

Fato:

  • Doenças psicossomáticas, agora chamadas transtornos psicofisiológicos, são verdadeiras condições físicas causadas ou agravadas pelo estresse e por outros fatores psicológicos. Incluem a asma, a síndrome do intestino irritável e algumas dores de cabeça.

Mito:

Advertisements
Loading...
  • Os desenhos que as pessoas fazem podem nos dizer muito sobre a sua personalidade.

Fato:

  • O teste do desenho da figura humana apresenta baixa validade para identificar quase todos os traços de personalidade normal e anormal.

Mito:

  • “Contar carneirinhos” ajuda as pessoas a adormecer.

Fato:

  • Os resultados de um estudo mostram que instruir insones a contar carneirinhos na cama não os ajuda a dormir.

Mito:

  • Muitas pessoas jamais sonham.

Fato:

  • Apesar de muitas pessoas afirmarem que nunca sonham, quase todas ocasionalmente relatam sonhos quando são acordadas durante o sono REM.

Mito:

  • Despertar um sonâmbulo é perigoso.

Fato:

  • Despertar um sonâmbulo não é perigoso, embora possa provocar desorientação.

Mito:

  • Despertar um sonâmbulo é perigoso.

Fato:

  • Despertar um sonâmbulo não é perigoso, embora possa provocar desorientação.

Mito:

  • As memórias de tudo o que vivenciamos são armazenadas permanentemente em nosso cérebro, mesmo que não possamos ter acesso a todas elas.

Fato:

  • Não há nenhuma evidência para essa afirmação; além disso, o nosso cérebro não é grande o suficiente para armazenar as lembranças de tudo o que vivenciamos.

Mito:

  • A satisfação conjugal aumenta após os casais terem filhos.

Fato:

  • A satisfação conjugal despenca consistentemente após os casais terem filhos, embora em geral volte a aumentar mais tarde.

Mito:

  • Humanos adultos não desenvolvem novos neurônios.

Fato:

  • Uma pesquisa relativamente recente indica o crescimento de novos neurônios em certas partes do cérebro adulto, especialmente o hipocampo (área considerada a principal sede da memória e das emoções).

Mito:

  • A maioria dos psicopatas não tem contato com a realidade.

Fato:

  • A maioria dos psicopatas é completamente racional e consciente de que suas ações estão erradas, mas eles não estão preocupados com isso.

Mito:

  • Os “gordinhos” são mais alegres e simpáticos do que as pessoas não obesas.

Fato:

  • Existe pouca relação entre obesidade e alegria; na verdade, a maioria das pesquisas sugere fraca associação positiva entre obesidade e depressão.

Fonte: UOL

Advertisements
Loading...