Lavar as mãos para prevenção de doenças

Para conscientizar a população sobre como o ato simples e barato de lavar as mãos pode evitar a contaminação de muitas doenças, o Ministério da Saúde instalou ontem (16/10/2012) um lavatório na entrada do edifício sede e outro no edifício anexo.

Técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) demonstraram a forma correta de lavar as mãos.

De acordo com a Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Mundial de Saúde (OMS), lavar as mãos com sabonete pode reduzir infecções diarreicas em até 40%.

Cinco momentos para lavar as mãos

A lavagem deve ser feita, no mínimo, quando as pessoas ficam mais expostas à contaminação:

  • antes do café da manhã,
  • do almoço
  • e do jantar,
  • logo após usar o banheiro
  • e ao chegar em casa.

Dados da pesquisa “Custo das Doenças do Dia a Dia”, feita em parceria com a Escola de Higiene Tropical de Londres, revelam que uma família brasileira gasta, em média, mais de R$ 1000,00 por ano com episódios de doença que são causadas por vírus e bactérias.

Esse custo inclui tanto valores diretos, como hospital, medicamento, viagem para receber o tratamento, quanto valores indiretos, que implicam nos dias de escola ou trabalho perdidos pelo paciente ou pelos seus acompanhantes, que realizam o cuidado.

As doenças detectadas, com maior frequência, na pesquisa foram: respiratórias (33,3%), diarreias (11,8%) e infecções de pele (7,4%).

Apesar da maior incidência de doenças respiratórias, o tipo de enfermidade que mais gera despesas para tratamento são as infecções de pele, com custo de R$ 116,32 por episódio.

Fonte: Ministério da Saúde