Infecções bucais mais comuns: como evitar

Advertisements

Infecções bucais: como evitar

As infecções na boca são bastante comuns em pacientes de todas as idades. E isso se dá pois, como a cavidade oral é úmida e rica em alimentos, ela se torna um ambiente perfeito para a proliferação de bactérias, fungos e vírus.

Assim, existem aproximadamente 50 bilhões de microrganismos que podem ser naturalmente encontrados na nossa boca. Esses organismos são necessários para o combate de agentes externos e ainda auxiliam no processo digestivo.

No entanto, o crescimento exagerado de algumas dessas colônias pode causar problemas na saúde bucal dos pacientes, comprometendo a integridade dentária e o bem-estar de todos os tecidos bucais.

Mas, ainda mais grave, essas condições podem se espalhar para o resto do organismo, originando doenças sistêmicas severas, como:

  • Diabetes;
  • Enfermidades cardiovasculares;
  • Condições gastrointestinais;
  • Infecções crônicas nas articulações e nos seios nasais;
  • Aumento da incidência de pneumonias;
  • Tendência ao desenvolvimento de doenças degenerativas;
  • Indução do parto prematuro.

Por isso, é importante se atentar com as principais causas desse desequilíbrio, como a dieta desbalanceada, os crescentes níveis de estresse no cotidiano, o uso de alguns tipos de medicamentos e, principalmente, uma rotina de higienização inadequada.

Os tipos de infecções bucais mais recorrentes

Existem diversos tipos de doenças infecciosas que podem acometer os dentes e os tecidos moles da cavidade oral, sendo que a grande maioria é bastante conhecida pelas pessoas, pois são condições bastante recorrentes.

Essas enfermidades possuem sintomas variados, que normalmente são identificados pelos próprios pacientes, mas que precisam de um tratamento adequado o quanto antes, para evitar agravantes que comprometam a saúde ou a integridade das estruturas dentais.

Deste modo, é fundamental permanecer atento aos sinais de infecções como a:

  1. Cáries

A cárie é uma das doenças mais comuns do mundo. Ela surge em decorrência da ação bacteriana, que processa os açúcares e os restos de alimentos encontrados na cavidade oral e produz ácidos que são extremamente corrosivos aos dentes.

Assim, a placa bacteriana formada ao redor dos dentes, vai desgastando o esmalte dentário e formando cavidades nas estruturas.

Isso faz com que o paciente sinta uma sensibilidade maior, dores e o aparecimento de manchas mais claras ou pontos escuros na superfície dental.

Neste caso, o uso de um plano dental para empresa é fundamental para o tratamento adequado e o impedimento do desenvolvimento do quadro clínico, que é um dos maiores causadores do edentulismo no Brasil.

  1. Gengivite

A gengivite é uma inflamação leve dos tecidos gengivais, provocada pelo acúmulo de placas bacterianas, restos de comidas depositados no sulco gengival – espaço entre o dente e os tecidos moles – e pela formação do tártaro.

Essa condição apresenta sintomas como a vermelhidão da região infeccionada, inchaço, dor ao toque, sangramentos leves durante a escovação ou o uso do fio dental.

No entanto, com o tratamento adequado e a higienização correta da área, o problema tende a ser resolvido em poucos dias e os sintomas podem ser revertidos.

Advertisements
  1. Doenças periodontais

Diferente da gengivite, a doença periodontal requer uma intervenção profissional imediata – que pode ser obtida por meio de um plano empresarial odontológico –, para a interrupção dos danos que, neste caso, são irreversíveis.

Também conhecida como periodontite, essa doença tem sintomas bastante parecidos com a inflamação gengival mais simples, pois é uma evolução deste quadro não tratado.

Mas, aqui, as bactérias passam a atacar os tecidos mais profundos e as estruturas de sustentação dos dentes, como os ossos faciais e a raiz.

Assim, o paciente perde massa óssea, a estabilidade dos dentes e corre o risco de sofrer com o edentulismo.

Ainda por cima, como essa região é muito vascularizada, as bactérias acabam caindo na corrente sanguínea e se espalhando por todos os órgãos, dando origem aos problemas crônicos já citados.

  1. Estomatite aftosa

Entre todas as doenças citadas, a estomatite aftosa – conhecida popularmente como afta – é a condição que menos ameaça a saúde dos pacientes. Ela é constituída pelo aparecimento de bolhas e feridas nas bochechas, línguas, gengivas, lábios ou garganta.

Mas, apesar de não ser contagiosa, esse tipo de infecção costuma trazer muito desconforto e dores para os pacientes.

Por isso, o dentista pode recomendar – por meio de consultas disponibilizadas pelo convenio odontologico para mei – o uso de pomadas anti-inflamatórias ou bicarbonato de sódio para agilizar a cicatrização.

Formas de tratamento e prevenção

O investimento em uma boa rotina de higienização bucal é fundamental para a prevenção do desenvolvimento desse tipo de doença inflamatória. Para se ter uma ideia, a realização de duas escovações diárias já reduz a probabilidade do aparecimento de cáries em 70%.

Por isso, os especialistas indicam a limpeza bucal três vezes ao dia – após cada uma das principais refeições – e o uso do fio dental, ao menos, uma vez antes de dormir.

As limpezas profissionais, que podem ser acessadas por um plano odonto empresarial, também são essenciais uma vez por semestre.

Isso porque, essas consultas servem como forma de remover as placas bacterianas e o tártaro – que não pode ser retirado apenas com a escovação –, dos locais em que o acesso é mais difícil.

Além disso, o dentista pode identificar doenças e iniciar o tratamento de forma precoce.

No entanto, é preciso saber como funciona plano odontologico empresarial, pois os procedimentos necessários para curar cada tipo de doenças bucais podem variar de acordo com  a severidade do caso.

Assim, as intervenções necessárias podem ir desde limpezas simples, até restaurações complexas ou cirurgias para remover o tártaro da raiz dos dentes.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Advertisements