Cuidados para jovens que querem ser idosos saudáveis e felizes

O envelhecimento é fisiológico e natural e precisamos aprender a entendê-lo, o que não pode acontecer é o envelhecimento e empobrecimento de espírito.

 

A população brasileira está envelhecendo. Segundo dados do IBGE, até 2050 estima-se que os idosos representarão mais de 22% da população e isso significa que haverá cerca de 172 idosos para cada 100 crianças.

Em quinze anos, o nosso país será o sexto em maior número de idosos.

O envelhecimento é inevitável para todos e os jovens, que são maioria hoje, e serão a maioria idosa dentro de quarenta anos.

Esse é o momento de tomar certos cuidados para ter uma velhice saudável.

Após onze anos trabalhando com idosos, gostaria de destacar algumas preocupações importantes para manter seu corpo funcionando perfeitamente ao longo dos anos: é crucial não fumar, não usar drogas ilícitas ou abusar das lícitas, manter desafios intelectuais e cognitivos constantemente, praticar exercícios e fazer check-ups sempre.

alimentação precisa ser balanceada desde muito antes da chegada da terceira idade. Alimentar-se bem durante toda a vida, ingerindo frutas, legumes, evitando sal, frituras e açúcares em excesso, diminui os riscos de doenças como a hipertensão e doenças coronarianas, por exemplo.

A prática de exercícios físicos constantemente pode ajudar a prevenir osteoporoses, osteoartroses e até o diabetes. Além disso, o bom humor e a descontração, em detrimento do stress que pode causar a rotina de trabalho árduo, contribuem para a prevenção dessas doenças.

Não é apenas o corpo que precisa estar em forma, a mente também precisa de atividade constante.

A leitura, o aprendizado de novas línguas ou instrumentos, a prática de atividades sociais e atividades que trabalhem a coordenação, como dança e trabalhos manuais, devem ser praticados sempre, pois essas atividades ajudam a manter as capacidades motoras e cognitivas quando idosos.

Outro fator que pode ser determinante no momento na prevenção e cura de doenças é o bom humor, a felicidade e a crença em sua própria saúde.

O envelhecimento é fisiológico e natural e precisamos aprender a entendê-lo.

O que não pode acontecer é o envelhecimento e empobrecimento de espírito.

Por: Maria Cristina D.G. Ezequiel
Médica, formada pela Faculdade de Medicina de Petrópolis, com pós-graduação em Geriatria e Gerontologia, professora da FMP.

Fonte: Portal 3ª Idade