Crianças estão em risco no trânsito!

Advertisements
Loading...

Porque as crianças estão em risco no trânsito?

A maneira como seu filho viaja no carro pode ser tão importante quanto fatores externos tais como velocidade do veículo e condições da estrada.

Viajar sem proteção é o grande fator de risco para morte e lesões entre crianças ocupantes de veículos. Se o seu passageirinho tem até 04 anos de idade e está viajando sem proteção, ele corre duas vezes maior risco de morrer ou se machucar do que se estivesse viajando com proteção.

A melhor proteção para as crianças é o uso de cadeiras e assentos de segurança para carros. Entretanto vale salientar que não basta comprar um desses artigos para garantir a segurança do seu filho. A forma como são usados interfere diretamente na eficácia deles. A maioria das crianças que estão em cadeiras de segurança e assentos de segurança são colocadas incorretamente.

Os erros mais comuns que colocam a criança em risco no trânsito são:

  • Usar uma cadeira inapropriada para a idade e tamanho da criança;
  • Colocar uma criança menor de 1 ano de idade ou com menos de 09 kg em uma cadeira de segurança voltada para o vidro da frente;
  • Não instalar a cadeirinha bem presa ao banco do carro, e não colocar a criança corretamente na cadeira de segurança.
  • Instalar a cadeirinha no banco da frente.
  • Muitas colisões acontecem perto de casa quando o uso das proteções é esquecido ou subestimado. A maioria também ocorre em ruas com baixos limites de velocidade.
  • Muitas crianças que estão sentadas em cadeirinhas de segurança ou sem proteção no banco dianteiro do veículo, são seriamente machucadas pelo air bag de passageiro que é ativado no momento do acidente.
  • A bebida alcoólica é responsável pela maioria das colisões. De acordo com um estudo americano, aproximadamente 65% das crianças mortas em acidentes relacionados com álcool eram passageiras de motoristas bêbados.
  • Áreas rurais têm maior taxa de acidentes e mortes por veículos. Colisões nessas áreas tendem a ser mais graves.

Prevenção na volta às aulas

Segundo dados do Ministério da Saúde, o trânsito é a maior causa de morte de crianças, entre as lesões não intencionais, de 1 a 14 anos no Brasil. E segundo estudos da ONG Criança Segura a maior parte destes acidentes acontece perto de casa e na volta da escola.

Mais de 1200 crianças morreram como ocupantes de veículos e 1176 atropeladas no ano de 2000, enquanto uma perde a vida, três ficam com seqüelas permanentes.

Advertisements
Loading...

A boa notícia é que estas mortes e lesões podem ser evitadas.

O transporte escolar

Na hora de escolher o transporte escolar, é preciso observar alguns itens:

  • É obrigatório que exista cinto de segurança para todos os passageiros do veículo;
  • A van deve ter uma liberação do órgão de trânsito responsável;
  • Deve haver uma assistente para auxiliar as crianças a descerem do veículo e atravessar a rua.

Dicas para as crianças que vão à escola a pé

Para as crianças que vão à escola a pé, vale algumas lembranças:

  • Se puder, acompanhe seu filho até os 10 anos de idade;
  • Faça e refaça o caminho várias vezes com a criança;
  • Opte sempre pelos caminhos mais seguros que às vezes não são os mais curtos;
  • Procure as calçadas, as faixas de sinalização e semáforos para pedestres;
  • Ensine a criança a olhar várias vezes para os dois lados antes de atravessar a rua e não ficar em pontos cegos como atrás do ônibus, de caçambas, carros e árvores;
  • Usar sempre o lema do ver e ser visto, a criança deve fazer contato visual com o motorista antes de atravessa a rua.
Orientando crianças para o trânsito

Orientando crianças para o trânsito

Criança no trânsito, prevenção e cuidados

Fonte:  CRIANÇA SEGURA
CRIANÇA SEGURA faz parte de uma rede internacional, o SAFE KIDS Worldwide, que integra mais de 16 países espalhados pelos 5 continentes.

Advertisements
Loading...