Crianças com déficit da atenção / hiperatividade têm maior risco para uso de drogas

As crianças com déficit da atenção / hiperatividade têm uma maior probabilidade de fumar, beber e usar drogas ilegais. Isso é o que relataram ontem investigadores americanos, em um novo estudo publicado na revista médica Journal of Abnormal Psychology.

Os investigadores, os psicólogos Brooke Molina da Universidade de Pittsburgh School of Medicine e William Pelham da Universidade Estadual de Nova York em Buffalo compararam 142 adolescentes com idades entre 13 e 18 anos que tinham o diagnóstico de déficit da atenção/hiperatividade com 100 crianças que não possuíam este diagnóstico.

Os pesquisadores buscaram pelo comportamento anti-social relatado pelos professores e pelos pais, e questionaram as crianças. As crianças com déficit da atenção/hiperatividade tiveram um risco mais elevado de abusar do álcool e de drogas mais pesadas, e tiveram uma maior probabilidade de fumar, em idades mais novas, do que as crianças do grupo normal. O quadro persistia na adolescência.

O estudo chama a atenção para o fato de que uma criança pode começar a ter um desempenho acadêmico e relacionamento social insatisfatórios, e então passar a gravitar em torno de grupos dissidentes, onde o abuso de substâncias seja aceito como uma maneira de vida normal.

Fonte: Bibliomed


Veja também: Hiperatividade / DDA / TDAH