Confirmada a primeira morte em Minas pelo tipo 4 do vírus da dengue

Óbito é de uma menina de 11 anos, em Montes Claros.

Foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde a morte de uma menina Ketlyn Ferreira Santos, de 11 anos, de Montes Claros, por dengue hemorrágica, (pelo tipo 4 da dengue). Há pelo menos 20 anos que não era registrado o virus em Minas. Por isso, o caso pôs em alerta as autoridades no estado. A preocupação é grande em Montes Claros, onde, conforme números divulgados, na tarde desta sexta-feira, pelo prefeito Ruy Muniz, somente em janeiro, foram notificados 1.220 casos da dengue clássica, quantidade superior ao total de notificações na cidade de todo ano passado(1.088).

A garota Ketlyn, que morava no bairro Renascença (região Norte da cidade), foi atendida na Santa Casa de Montes Claros em 25 de dezembro, com sintomas da dengue. Logo em seguida, voltou para a casa da família. No dia 29 de dezembro, ela foi internada no Hospital Universitário Clemente de Faria, onde morreu na noite de 31 de dezembro, devido ás complicações, sendo apontada a suspeita de dengue hemorrágica.

Foi feita o recolhimento de material, encaminhado para exame em laboratório na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte. Ontem, a Secretaria de Estado de Saúde informou que o exame confirmou que a menina morreu depois de ter contraído o vírus 4 da dengue.

“Essa notícia é alarmante para Montes Claros, tendo em vista o surto de dengue que a cidade está enfrentando neste fim de ano. Com a confirmação da presença do vírus tipo 4 teremos que redobrar os trabalhos para a prevenção e o combate ao mosquito transmissor”, afirmou o prefeito Ruy Muniz.

Ele lembrou que a Prefeitura, com o apoio do Governo do Estado, está realizando “mutirões” contra a dengue na cidade, recolhendo o lixo em terrenos públicos e em lotes vagos, além do uso do “fumacê”. “Mas, precisamos muito da colaboração dos moradores, no sentido de acabar com os focos da larva do mosquito Aedes aegypti dentro de suas casas”, alegou o prefeito. No início de janeiro, foi apontado o Levantamento Rápido do Índice de Infestação de Aedes aegypti (LIRAa) na cidade de 4%, sendo que o índice aceitável é de 1%.

Fonte: EM.com