7. Prepare-se para resolver problemas

Não comece achando que tudo vai dar certo na primeira tentativa. As dificuldades fazem parte desse processo de aprendizado.

resolver problemas

  • Cuide da ansiedade. Sua expectativa pode ser maior que a fome do seu filho, e você nem imagina o quanto pode se decepcionar com uma careta depois do trabalho que você teve para fazer uma papinha.
  • Comprar quilos e mais quilos de legumes e verduras de uma só vez é um erro: seu filho não vai comer como um adulto. Talvez você precisa comprar apenas mais uma ou duas unidades de cada legume. As frutas, sim, vão ser em maior quantidade.
  • Desligue a televisão e deixe os brinquedos e livros afastados. Eles desviam a atenção da comida.
  • Se for usar sal, ponha sempre pequenas quantidades. Esse condimento em excesso pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares.
  • Vete a presença de industrializados. Não tenha dúvida que seu filho vai aceitar bolachas, gelatinas etc. A questão é que, além do açúcar, não recomendado nessa fase, esses produtos são pobres em nutrientes e contêm corantes e conservantes, além de gorduras que fazem mal à saúde. Os embutidos, como salsicha, linguiça e bacon, também não devem ser oferecidos.
  • Se tirar a carne bovina da papa, é preciso repor a quantidade de ferro que seu filho não vai consumir. Uma alternativa são as verduras de folha verde-escura. De qualquer maneira, converse com o pediatra.

Conteúdos deste tema:

Receita para seu filho comer bem a vida toda
1. Boa alimentação começa na gravidez
2. Capriche na receita
3. Cuide do tempero
4. Nunca desista dos legumes
5. Não aceite o primeiro não
6. Aprenda a substituir alguns alimentos
7. Prepare-se para resolver problemas
8. Evite o açúcar
9. Deixe a criatividade rolar solta
10. Acerte no leite


Fonte: REVISTA CRESCER